[1]
A. B. de Mendonça Barroso e M. Dionísio de Andrade, “VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA: HÁ RESPONSABILIZAÇÃO JUDICIAL PELA ‘DOR NECESSÁRIA’ DO PARTO? ”, RDFD, vol. 29, nº 1, abr. 2024.