A POLÍTICA E A SOCIEDADE DO PÓS-GUERRA FRIA SOB A ÓTICA DA MODERNIZAÇÃO REFLEXIVA E DA CRÍTICA PÓS-COLONIAL

Henrique Abel

Resumo


O presente artigo tem por objetivo demonstrar a relevância da crítica pós-colonialista para a construção do discurso crítico no cenário global pós-Guerra fria, partindo-se do conceito de modernização reflexiva formulado por Gibbens, Beck e Lash. Trata-se de uma abordagem que não aceita a tese do “fim da história” e do idealismo histórico que busca consagrar a democracia capitalista ocidental como o sistema político e econômico definitivo da história humana. Uma modernização reflexiva alinhada com o conceito de “transmodernidade” de Dussel deverá questionar não apenas as contradições estruturais do sistema acima referido como, também, o mito da “racionalidade instrumental” herdado da Modernidade.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .