O PÚBLICO E O PRIVADO EM HANNAH ARENDT E A CRISE DA CULTURA JURÍDICA INDIVIDUALISTA EM FACE DOS DESAFIOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Autores

  • Ana Luiza Piva Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, Paraná Brasil
  • Fabiane Lopes Bueno Netto Bessa Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, Paraná Brasil

Palavras-chave:

Hannah Arendt. Público & privado. Individualismo. Desenvolvimento sustentável

Resumo

O artigo apresenta de forma resumida o entendimento de Hannah Arendt, na obra “A condição humana”, acerca do enfraquecimento da esfera pública e a promoção do social no mundo contemporâneo, diante da influência do pensamento individualista. Considerando que a sociedade ocidental ainda vive as conseqüências da Modernidade, esse trabalho visa demonstrar os reflexos das transformações sociais, políticas e econômicas decorrentes da ideologia do individualismo na tutela do meio ambiente e, por fim, examina seu descompasso com as profundas transformações econômicas e políticas geradas pela complexidade dos conflitos coletivos, pelas demandas sociais e
principalmente pela urgência da concretização de uma cultura voltada ao desenvolvimento sustentável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Luiza Piva, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, Paraná Brasil

Fabiane Lopes Bueno Netto Bessa, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, Paraná Brasil

http://lattes.cnpq.br/6425469404985387

Downloads

Publicado

07/07/2008

Como Citar

Piva, A. L., & Bessa, F. L. B. N. (2008). O PÚBLICO E O PRIVADO EM HANNAH ARENDT E A CRISE DA CULTURA JURÍDICA INDIVIDUALISTA EM FACE DOS DESAFIOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. Revista Direitos Fundamentais &Amp; Democracia, 3(3). Recuperado de https://revistaeletronicardfd.unibrasil.com.br/index.php/rdfd/article/view/199

Edição

Seção

Artigos