A DEMOCRACIA PRAGMÁTICA EM RICHARD POSNER E O PAPEL DO PRAGMATISMO COTIDIANO NA SEARA DEMOCRÁTICA

Ridivan Clairefont de Souza Mello Neto, Jean Carlos Dias

Resumo


O trabalho propõe-se a descrever a visão de Richard Posner sobre democracia, em especial a partir de sua teoria pragmática em que o autor propõe a prevalência do chamado pragmatismo cotidiano, além de buscar estabelecer quais as principais consequências que este tipo de posicionamento pragmático pode implicar para o fenômeno democrático.  O ponto de partida dar-se-á por meio da análise bibliográfica acerca do tema, partindo do estudo das obras do referido autor, bem como de seus comentadores. Apresentar-se-á a percepção de que uma conceituação de democracia pautada em percepções filosóficas e abstratas necessita ser superada por uma análise crítica da democracia como efetivamente é. Sendo assim, a análise culminará com a ideia de que o pragmatismo possibilita refletir sobre a democracia a partir de sua própria prática cotidiana, suas eventuais consequências e não por meio de suposta teoria inatingível.


Palavras-chave


Análise, Antifundacionista, Democracia, Posner, Pragmatismo

Texto completo:

PDF

Referências


PEREIRA, Leonardo Fadul. Análise econômica do direitos e pragmatismo jurídico: algumas noções sobre a teoria de Richard A. Posner. In: O Pensamento Jurídico Contemporâneo. Coordenação: Jean Carlos Dias. p.275-290. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: MÉTODO, 2015.

POSNER, Richard A. Direito, Pragmatismo e Democracia. Tradução Teresa Dias Carneiro; Revisão Técnica Francisco Bilac M. Pinto Filho. Rio de Janeiro: Forense, 2010.

________________. Frontiers of legal theory. Cambridge, Massachusetts: Harvard University Press: 2004 a.

________________. Fronteiras da Teoria do Direito. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

________________. El analisis econômico del Derecho. Mexico: Fondo Cultural Economica, 2007.

ZANON JUNIOR, Orlando Luiz. Pós- Positivismo: A versão pragmática de Posner. In: Revista Direito e Liberdade-RDL- ESMARN v.15 n.13, p.141-170, set/dez. 2013. Acessível em: http://www.esmarn.tjrn.jus.br/revistas/index.php/revista_direito_e_liberdade/article/view/567

HEINEN, Luana Renostro. Uma crítica à democracia pragmática de Richard Posner a partir de Jacques Rancière. Dissertação de Mestrado. Florianópolis: UFSC, 2012. Acessível em https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/96422/301259.pdf?sequence=1

ARRUDA, Thais Nunes de. Como os juízes decidem os casos difíceis? A guinada pragmática de Richard Posner e as críticas de Ronald Dworkin. Dissertação de Mestrado. São Paulo: 2011. Acessível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-01032012-085607/pt-br.php

SORRELL, Kory Spencer. Principled legal pragmatism: Reconciling Posner and Dewey on Law and Democracy. v. 23, p. 245-292. St. Thomas Law Review: 2011.

JACOBSON, Arthur J.; McCORMICK, John P. The business of democracy is democracy. v. 3. n.4, p.706-722. Oxford University Press and New York University School of Law: 2005.

RORTY, Richard. Dewey and Posner on Pragmatism and Moral Progress. Pág. 915-918. The University of Chicago Law Review: 2007.

LAKE, Peter F. Posner’s Pragmatism Jurisprudence. v. 73, p. 545-645. Nebraska Law Review: 1994.

POGREBINSCHI, Thamy. Democracia Pragmática: Pressupostos de uma teoria normativa empiricamente orientada. In: Revista de Ciências Sociais v. 53, n. 3, p. 657-693. Rio de Janeiro Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2010. Acessível em : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0011-52582010000300005




DOI: https://doi.org/10.25192/issn.1982-0496.rdfd.v23i31415

Apontamentos

  • Não há apontamentos.