LA EXPERIMENTACIÓN EN EMBRIONES HUMANOS: LA DIGNIDAD HUMANA Y LOS PRINCIPIOS BIO-TECNO-ETICOS

Autores

  • Pablo Rafael Banchio Universidad de Buenos Aires: Buenos Aires, AR

DOI:

https://doi.org/10.25192/issn.1982-0496.rdfd.v27i12406

Resumo

A técnica de "edição" do genoma conhecida como CRISPR e a engenharia genética humana têm levantado preocupações legais sobre a experimentação científica em embriões na linha germinal. O objetivo do trabalho é realizar uma análise para sua compreensão a partir de três abordagens teóricas iusfilosóficas, que são adotadas como metodologia: a Teoria das Respostas Legais, Bioética e os princípios "biotecnológico-éticos" da Ética Convergente, cujos resultados nos permitem destacar a dignidade humana e alertar sobre os riscos da edição hereditária do genoma humano. As conclusões da pesquisa propõem um debate comprometido que pode considerar as conseqüências sociais da alteração dos genes das gerações futuras, a fim de fornecer.

 

Palavras-chave: Dignidade humana. Edição de genes. Embriões humanos. Linha germinal.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pablo Rafael Banchio, Universidad de Buenos Aires: Buenos Aires, AR

Doutor pela Universidad de Ciencias Empresariales y Sociales: Buenos Aires, AR. Professor na Universidad de Buenos Aires: Buenos Aires, AR.

Downloads

Publicado

29/04/2022

Como Citar

Banchio, P. R. (2022). LA EXPERIMENTACIÓN EN EMBRIONES HUMANOS: LA DIGNIDAD HUMANA Y LOS PRINCIPIOS BIO-TECNO-ETICOS . Revista Direitos Fundamentais &Amp; Democracia, 27(1). https://doi.org/10.25192/issn.1982-0496.rdfd.v27i12406