A TRANSFORMAÇÃO DA SOCIEDADE INTERNACIONAL CLÁSSICA E A CRESCENTE JURISDICIONALIZAÇÃO DO DIREITO INTERNACIONAL

Autores

  • Gilmar Antonio Bedin Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí - Rio Grande do Sul
  • Mardjele da Silva Barcellos Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí - Rio Grande do Sul
  • Cristiane Schunemann Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí - Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Estado. Sociedade Internacional. Direito Internacional. Novos atores Internacionais. Tribunais Internacionais.

Resumo

O presente artigo analisa a transformação da sociedade internacional do Segundo Pós-Guerra e suas implicações em relação do direito. Para tanto, apresenta inicialmente a chamada sociedade internacional clássica, sua vinculação com o Estado e com o conceito de soberania, suas principais instituições e ideias predominantes. Destaca, a seguir, a emergência, desde 1945, de novos atores internacionais e, em consequência, a crescente jurisdicionalização do direito internacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilmar Antonio Bedin, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí - Rio Grande do Sul

http://lattes.cnpq.br/0553982956028307

Mardjele da Silva Barcellos, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí - Rio Grande do Sul

Cristiane Schunemann, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí - Rio Grande do Sul

Downloads

Publicado

18/12/2010

Como Citar

Bedin, G. A., Barcellos, M. da S., & Schunemann, C. (2010). A TRANSFORMAÇÃO DA SOCIEDADE INTERNACIONAL CLÁSSICA E A CRESCENTE JURISDICIONALIZAÇÃO DO DIREITO INTERNACIONAL. Revista Direitos Fundamentais &Amp; Democracia, 8(8), 02–19. Recuperado de https://revistaeletronicardfd.unibrasil.com.br/index.php/rdfd/article/view/249