CRISE GLOBAL DA ÁGUA: CONSTRUÇÃO DE CATEGORIAS ÉTICAS PARA ÁGUA A PARTIR DA VERIFICAÇÃO DAS PROBLEMÁTICAS GERADORAS DA CRISE

  • Denise Schmitt Siqueira Garcia UNIVALI
  • Paulo Márcio Cruz Univale
  • Maria Claudia da Silva Antunes de Souza

Resumo

O presente trabalho terá como escopo trabalhar com a temática da crise global com a análise dos problemas encontrados e propostas de solução. Nesse diapasão elencou-se como objetivo geral analisar quais os problemas que agravam a crise global da água. Para tanto o artigo foi dividido em quatro partes: 1) A essencialidade da qualidade da água doce; 2) Direito ao acesso à água; 3) Falhas que geram a crise global da água e 4) Categorias éticas para água – uma proposta de solução. Extraindo-se, ao final, a consideração de que a água é um direito fundamental de primeira geração, eis que está ligada diretamente com o direito à vida; o mau uso da água fere diretamente as dimensões ambiental, social, econômica e tecnológica da sustentabilidade; há a necessidade de efetivação de uma governança não coercitiva, democrática e não corrupta; é preciso que haja participação e informação com instituições democráticas e a água deve ser considerada como água-vida, água-cidadania e água economia. Quanto à metodologia foi utilizado o método indutivo na fase de investigação; o cartesiano na fase de tratamento dos dados; e também o indutivo no relatório da pesquisa. Foram ainda acionadas as técnicas do referente, da categoria, dos conceitos operacionais, da pesquisa bibliográfica e do fichamento.

Publicado
2019-12-10